Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

estar enferrujada nisto da blogosfera

fez com que eu acabasse de perder toda a minha lista de blogues de leitura ali do lado.

isto anda em mudanças, não se assustem. eu estou a tentar fazer o mesmo.



Mensagens recentes

nas piores companhias

Há quem nunca me queira deixar só. A constipação foi-se hoje embora, depois de me manter incomodada por uma série de dias. O lugar foi logo ocupado pelo torcicolo.

Espero que não se revezem.

um ano se passou e tanta coisa tambem...

- alinhei em 2016 numa festa a realizar em 2017, daquelas que misturam o religioso com pagão;

- tive muitas ideias para angariação de fundos e isso deu-me um grande gozo; senti-me viva;

- ajudei a organizar eventos culturais e gastronómicos, uma grande dor de cabeça mas com optimos resultados;

- consegui novas amizades e adorei trabalhar com algumas pessoas com quem aprendi coisas boas;

-reatei uma amizade que julguei perdida,  com uma amiga dos tempos da universidade;

- injectei-me contra as trobofilias e fiz o ultimo tratamento de fertilidade a que o Estado da acesso;

- descobri que uma colega de trabalho e amiga também estava a realizar um tratamento de fertilidade e trocamos experiências;

- o meu tratamento resultou num negativo sem qualquer margem de duvida desta vez, numa barriga negra das picadas e mais meia dúzia de quilos no lombo;

- recebi a noticia da gravidez da minha cunhada, mulher do meu irmão;

- recebi a noticia da gravidez da minha amiga e colega de trabalho;

- passei…

ir embora de mansinho

Acho que já vos disse que, numa outra fase da minha vida, tive um blogue com um registo um bocadinho mais reservado do que este. Desse para este, foram poucas as pessoas que me acompanharam. Foi como se começasse uma vida nova, numa outra morada. A minha vida não era fictícia, tal como continua agora a não ser. Foi um ciclo que fechei, que meteu doenças e mortes, desencontros e separações, e um amor que podia não ter sobrevivido não fosse ele mais forte que tudo isso. Foi um ciclo longo da minha vida que quase me levou a loucura, e enlouqueceu de dor quem acabara de perder alguém. Este blogue, o Sítio, acabou por desvendar o outro lado mais relacionado com a maternidade, das aventuras daquela que tem sido a minha jornada de infertilidade. Podem não acreditar, mas ate há pouco tempo atras era-me mais difícil ler sobre a infertilidade dos outros do que viver a minha própria. Via nos outros uma revolta que eu não tinha. O caminho ia-se fazendo, caminhando. Acho que, com isso, conseguem…

Jardim de Chuva Prateada

hoje em dia, as pessoas têm muitos amigos no facebook. é onde têm mais amigos. Se,de repente, essa pessoa deixar de colocar posts ou likes, não mostrar as suas selfies, os amigos vão preocupar-se com isso? se calhar não. acho que impera por lá a inveja, não a preocupação... Acho que os blogues são bem mais que isso. As pessoas não são sempre felizes; quando querem, mostram a vida que realmente vivem. E, às vezes, a amizade nasce, quando nos identificamos com essa pessoa. [Bem sei que há por aí gente com mais imaginação do que vida própria.] Há cerca de dois anos, uma pessoa frequente no meu blogue, deixou de escrever no blogue dela e nunca respondeu a emails que varias pessoas "chegadas" lhe haviam enviado, inclusive eu. tinha-me deixado um apelo no seu blogue, a que depois respondi e nunca mais tive resposta. ainda hoje tenho o seu blogue na minha de lista de leituras, para o caso dela voltar. mantenho a esperança que nada tenha acontecido. Agora volto a preocupar-me com a…