sexta-feira, 23 de setembro de 2016

sera moda nos blogues agora

Colocar todo o tipo de pratos e combinações de qualquer coisa com figos?

(a temporada deles esta quase a acabar, deve ser disso...)

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

ironias

O meu marido conseguiu saber/sentir primeiro que eu o que e uma epidural...
(ouvimos sempre falar de epidural aquando dos partos mas afinal, não serve apenas nesses casos)

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

costumo fazer segredo disto mas foi uma vitoria contra a minha inercia

Andei meses a espera que a vontade chegasse para escrever. O embrulho estava pronto há uns meses mas faltava a carta que o devia acompanhar. Passou o Verão todo e eu sem conseguir fechar o envelope, por não ser capaz de escrever de forma escorreita, dado o cansaço.

No sábado, senti-me capaz. Escrevi uma carta simples, a moda antiga - a mão- fechei o envelope e fui, a correr, po-lo no correio. Foi desta que a coisa se fez, sem esforço.

Espero que o embrulho já tenha chegado ao destino e tenha cumprido o seu objetivo: fazer sorrir!

[e eu talvez ande agora com um pouco mais coragem do que apenas estar quietinha-porque a vida tem sido feita de batalhas]

terça-feira, 13 de setembro de 2016

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

aprender a jogar

Disse-lhe que não sabia jogar. Ele prestou-se a ser meu Mestre (há anos, quando me dava explicações de Electromagtismo tinha mais paciência, confesso...)
No fim-de-semana, enquanto a névoa não levantava, o meu marido ensinou-me a jogar Damas, no hotel onde ficámos.
O jogo parece simples, mas eu não acho. Talvez porque ainda não consegui ganhar nenhuma vez. Quando dava por ela, já ele me tem papado boa parte das peças e já estava do meu lado do tabuleiro.
Antes achava que era um jogo só para velhos; não podia estar mais enganada. Exige uma destreza mental que eu, desconcentrada como tenho estado, não consigo ter. Também não sei se la chegarei.

Ele vai fazer anos para a semana. Acho que lhe vou comprar uma mesa de jogos de tabuleiro [também não me ocorre mais nada].
Um dia vencerei o Mestre, nem que seja por exaustão. :)