terça-feira, 29 de novembro de 2011

porque não estou sempre a falar do assunto?

A minha felicidade não está condicionada ao facto de  conseguir ser mãe ou não. Se perder tempo a buscar a felicidade num filho que nunca possa vir a ter, vou perder outros momentos de felicidade junto dos que amo, junto dos que me amam. Nisto, eu e a pessoa que tenho ao meu lado, estamos de acordo. isto impede de desejar um filho? Claro que não.
Na infertilidade, ninguém pode acusar o outro de culpa. Isto é um problema de ambos e não só de uma das partes. A partilha do desejo pela vida implica assumir os obstáculos a dois. Aí residirá o amor.ter um filho é a sublimação do amor. Não o ter não implica que o amor acabe.


2 comentários:

  1. Porque terias de estar sempre a falar do assunto? Para prolongar um sentimento que sabemos que existe?
    Faria sentido se isso te aliviasse de alguma forma, se não alivia...

    A infertilidade não tem rosto, é do casal. Apenas quem não a vive procura saber de quem é a culpa não entendo que é um problema comum.

    ResponderEliminar
  2. S.O.l

    Parece que há pessoas que julgam que devemos estar sempre a falar no assunto. A minha vida não gira só em torno disto. Se assim fosse, já não existitia vida.

    Sim o problema é do casal, e a culpa não é de ninguém. poucos conseguem perceber isso.

    beijinho

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)