sexta-feira, 4 de novembro de 2011

tarde soalheira

A angústia passou com os imensos jogos de Uno que resolvemos fazer durante esta tarde. Só os dois. Nenhum de nós gosta de perder. No fim, a derrota foi minha. Ou não. Consegui dissipar as nuvens negras dentro da minha cabeça. Espera-se. Venha o que vier.

Ao fim da noite, a imensa imensa fé que o meu irmão diz ter, comoveu-me.

2 comentários:

  1. 2linhas,

    E são tardes que sabem bem. Não se pensa nada e o tempo passa rápido.

    Obrigada

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)