quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

novas notícias

Depois do prognóstico reservado desta manhã, respiramos um pouco mais aliviados.

Conhecer as pessoas muito bem, até quando não as vemos e só as ouvimos, percebemos que não nos mentem quando dizem que as coisas estão estáveis. As próximas 48horas são decisivas, mas vamos usufruir o momento de que tudo está bem encaminhado.
Agora que se passam três anos da morte da mãe, seria terrível que o meu marido perdesse o pai.

13 comentários:

  1. Vai correr tudo bem! Se for tratado a tempo, há muita gente a ficar sem sequelas. Boa sorte!

    ResponderEliminar
  2. Dina,

    Obrigada pelo apoio. A noite caiu e as coisas voltaram a piorar.
    Ver o meu marido suportar tudo sozinho também não está a ajudar-me a ser forte para ajudar.

    Lembro-me como foi há três anos e não sei se consigo ter forças para mais uma jornada destas.

    beijinho

    ResponderEliminar
  3. Espero que corra tudo pelo melhor! :) Força.

    ResponderEliminar
  4. Alice, imagino que a situação não esteja a ser fácil para vocês, especialmente para o teu marido...
    Muitas energias positivas para vocês e que tudo corra pelo melhor.

    ResponderEliminar
  5. Sara,

    Há três anos a vida pôs-nos à prova, e o nosso casamento também sofreu alguns abalos que o amor conseguiu ultrapassar. Queremos que o meu sogro tenha a melhor qualidade de vida possível, mas também aprendemos com alguns erros que aprendemos no passado.

    Obrigada pelo apoio.

    ResponderEliminar
  6. Tens que ter força. Eu sei tão bem o que é. O meu pai fez dois enfartes do miocárdio e sei como tudo vascila de um momento para o outro. Mas têm que manter a fé e esperança. Pensar que está em boas mãos. Espero mesmo que vos tragam boas notícias em breve.

    ResponderEliminar
  7. Força, muita força e que tudo corra pelo melhor xx

    ResponderEliminar
  8. Alice, tem calma vais ver que tudo terminará bem.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Luar, Paula e Dadinha

    Obrigada pelo vosso apoio.

    beijinho para todas

    ResponderEliminar
  10. Dina,

    Mais uma vez, obrigada pelo teu apoio. As coisas parecem ter melhorado hoje.

    Agora o pior é quando os doentes acham que, ainda estando nos cuidados intensivos, se acham capazes de já poder ir cavar o quintal no dia aseguir, ou que estão aptos a ficar as noites sozinhos...

    Avizinha-se por aqui uma luta dura para que o meu sogro compreenda que, se resisitir a esta por agora não pode teimar em manter-se sozinho, nem nós o consentimos.

    Beijinho e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  11. Um abraço apertado deste lado. Felizmente não sei o que é isso de perder pessoas queridas, mas espero que vos corra tudo pelo melhor neste momento.

    Um beijinho de muita força!

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)