Avançar para o conteúdo principal

Têm cromos para troca?

Não consigo prever que alguém tenha um cromo maior que o meu no local de trabalho.

Se alguém tem, que conte a coisa mais estranha a que assistiu ou sentiu na pele com esse "autocolante".

Prometo ter uns episódios (surreais) para troca. pode ser que haja quem esteja bem pior que eu.

[confesso que só me apetece agarrá-lo pelas goelas e apertar bem apertadinho...]

Comentários

  1. Eu não tenho, mas o meu namorado já teve! Bem cromo mesmo!

    ResponderEliminar
  2. Sofia,

    quase apostava contigo que este cromo que falo deve ser bem pior que o do teu namorado. ;)

    BJS

    ResponderEliminar
  3. Alexandre,

    Pois há, mas espero mesmo que sejam poucos assim. São insuportáveis.

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Cromos... uma caderneta cheia! Trocamos sim, até porque se lida melhor com os cromos dos outros do que com os nossos :))

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. S.O.l

    aposto que não tens um como o meu. ou melhor, não deve haver pior que ele.

    na sexta, já quase ao final do dia, estava num dos meus telefones cá no trabalho e recusei-lhe a chamada por dus vezes. Como estive tanto tempo ao telefone, esqueci-me de lhe devolver a chamada.

    Ligou para o patrão a dizer que estava há três horas a tentar ligar-me - mentira porque estivémos a falar durante toda a tarde, por diversas vezes - e que eu não lhe atendia o telefone.

    Como o patrão já cá não estava e sabendo como ele é, resolveu ligar-me e pregar-me um susto. habitualmente não me fala aos berros,mas para dar ~enfase à partida, fê-lo. não imaginas, só faltou fazer chichi pelas pernas abaixo. estive com o coração aos pulos, a pensar que raio tinha eu feito de mal. Dei com ele arir-se da minha aflição e a pedir-me que liga-se ao cromo que ele não se podia aturar. Isto é prato do dia. Anda sempre a fazer queixa e não admite uma falha.O contrário não é válido.

    tens melhor para troca? ;)

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Tenho "marias" autênticas, num "diz que disse" permanente, que te chamam de "querida isto" "querida aquilo" pela frente, mas passam a vida a fazer queixinhas, para te queimarem, nas costas.

    Chegou ao ponto de as conversas quando terminam ter de enviar um mail com a conversa por escrito para ver se acabo com o mal... e mesmo assim!

    Mas existem situações caricatas, como a tua, sim. :))

    ResponderEliminar
  7. Bom, eu a pensar que ele era exemplar único... será que não há remédio para acabar com mói- almas destes...

    Ele dá os preços aos clientes e depois não se lembra. Nunca consegue guiar nenhum transportador nas direcções porque não se lembra onde são os clientes.

    não atende os telefones antes das nove da manhã nem depois das 18.30.
    não faz um favor a quem quer que seja. Se se tiver que avisar um cliente sobre a alteração numa data de entrega ele desculpa-se e pede aos outros para o fazerem. tudo o que implique ficar menos bem na fotografia empurra para os outros.Acha que os clientes é que se t~em de organizar e não ele.

    imagina uma jaula de tigres e um domador sério (ele nunca se ri, nem de uma boa piada); se os tigres se portam mal, ele descontrola-se e desanca-os... depois os outros aparam as quedas.

    Irrita-se com facilidade e queixa-se com mais ainda. E não pede aos Santos, pede logo a Deus.

    E haveria tanto mais para contar.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)

Mensagens populares deste blogue

Jardim de Chuva Prateada

hoje em dia, as pessoas têm muitos amigos no facebook. é onde têm mais amigos. Se,de repente, essa pessoa deixar de colocar posts ou likes, não mostrar as suas selfies, os amigos vão preocupar-se com isso? se calhar não. acho que impera por lá a inveja, não a preocupação... Acho que os blogues são bem mais que isso. As pessoas não são sempre felizes; quando querem, mostram a vida que realmente vivem. E, às vezes, a amizade nasce, quando nos identificamos com essa pessoa. [Bem sei que há por aí gente com mais imaginação do que vida própria.] Há cerca de dois anos, uma pessoa frequente no meu blogue, deixou de escrever no blogue dela e nunca respondeu a emails que varias pessoas "chegadas" lhe haviam enviado, inclusive eu. tinha-me deixado um apelo no seu blogue, a que depois respondi e nunca mais tive resposta. ainda hoje tenho o seu blogue na minha de lista de leituras, para o caso dela voltar. mantenho a esperança que nada tenha acontecido. Agora volto a preocupar-me com a…

ironias

O meu marido conseguiu saber/sentir primeiro que eu o que e uma epidural...
(ouvimos sempre falar de epidural aquando dos partos mas afinal, não serve apenas nesses casos)

das minhas fragilidades. tenho coisas para contar, mas hoje "roubo" palavras a outros

O momento de escrever o que Maio me trouxe e me levou, vai chegar. falarei sobre isso, quando me sentir com os pés mais perto da terra e menos de cabeça para baixo. Sem os dramatismos com que agora vejo os acontecimentos.Maio trouxe e levou. A minha vida continua um novelo com muitas pontas e poucos fins à vista. tenho de falar nisso. Porquê? porque preciso. só não sei por que ponta começar.

Enquanto as minhas palavras não saem, gostei das de outrem, que não hesitei em roubar, sem pedir licença, mas dando os devidos créditos.

Tantas palavras te disse hoje,
mas as mais frágeis reservo-as
para o dia em que te encontrar.[Deste blogue]