Avançar para o conteúdo principal

Abril


Começa assim.






Deu-me gozo de, por momentos, me abstrair dos problemas e afazeres e dar descanso ao joelho em recuperação. Tenho de dividir o tempo, com algum descanso forçado.
Um dia destes, vi uns ovos semelhantes a estes e pensei se seria capaz de fazer o mesmo. Não sei se este trabalho tem alguma técnica especial. Pus-me a inventar e acho que saíram semelhantes aos que vi. Gostei do resultado final. Acho que lhes vou adicionar uma fita de cetim.

Comentários

  1. Estão muito bonitos, mesmo sem fitinhas :)
    Besos

    ResponderEliminar
  2. Lemon,

    Obrigada. Não estão perfeitos, perfeitos, mas acho que ficaram bonitos. Assim,para primeira vez e sem ensinamento, acho que não ficou mal. E gosto destes tecidos.

    As fitinhas vão ficar de parte. Já experimentei e não gostei. Ficam assim.

    beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  3. Ficaram mesmo muito bonitos. :) Gostei muito.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Obrigada Sofia,

    também gostei muito de os ter feito. Manualidades fazem desanuviar o espírito e descansar algumas partes do corpo.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. As manualidades também têm esse efeito em mim.

    Ficaram bem bonitos. Parabéns.

    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Estão giros, eu não sou muito prendada a estes trabalhos manuais, acho que me falta a criatividade e o jeito :)

    Beijo!!!

    ResponderEliminar
  7. carla,

    Acho que o facto de termos as mãos ocupadas ajuda a desanuviar o espírito.

    Obrigada, acho que ficaram bonitos sim; gosto muito destes tecidos "vintage".

    beijinho

    ResponderEliminar
  8. S.o.l,

    Acho que tens criatividade. Lê-se nos textos e vê-se nas tuas fotos.

    Eu não sou prendada mas resolvi tentar a minha sorte. E gostei deste resultado, descontraí um bocadinho.

    Beijinho!

    ResponderEliminar
  9. Alice, estranho o teu silêncio, a tua ausência... espero que estejas bem.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Candybabe,

    Obrigada. gosto muito deles.

    Bjs

    ResponderEliminar
  11. S.o.l,

    agradeço-te a preocupação e teres-te lembrado de mim.

    Digamos que ainda numa certa confusão que ainda não consegui alinhavar tudo num texto conexo.
    Chama-se medo ao motivo da minha ausência. Receio do que está para vir.

    Obrigada pelo teu carinho em perguntares.

    ResponderEliminar
  12. Que engraçados! Eu não conseguiria fazer isso. O meu jeito para trabalhos manuais é muito, muito pouco!
    Também concordo com a Sol, tenho estranhado ver-te pouco por aqui. Eu sei que não sou a pessoa mais comentadora de sempre, mas o teu é um dos primeiros blogs que leio no reader e também fiquei preocupada. Até já tinha pensado em escrever-te um mail.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  13. Dizia-te para não teres medo, mas como fazê-lo? Entendo-o. Por tudo.

    Deixo-te um beijinho.

    ResponderEliminar
  14. B. Cérise,

    claro que irias conseguir fazer! Não custou nada. Digamos que serviu para domesticar a minha impaciência.São fáceis de fazer. É quase como fazer queques! ;)

    Obrigada por ser uma das tuas leituras preferidas e obrigada pela preocupação. Quanto ao mail, está sempre ao dispor para qualquer coisa!

    O silêncio foi mesmo por não saber escrever o que cá anda.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  15. S.o.l,

    O medo, em suma, é que não consiga chegar a percorrer o caminho todo. se assim for, o sonho termina assim, a morrer na praia.

    Tenho tentado relativizar as coisas. Como disse alguém: se pensares que chove, chove mesmo. Mesmo que não tenhamos o poder de fazer chover.

    Estou a tentar enganar o medo; vou voltar aos trabalhos manuais e à cozinha, para que permaneçam os sonhos e afugente os medos.

    Beijinho

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)

Mensagens populares deste blogue

Jardim de Chuva Prateada

hoje em dia, as pessoas têm muitos amigos no facebook. é onde têm mais amigos. Se,de repente, essa pessoa deixar de colocar posts ou likes, não mostrar as suas selfies, os amigos vão preocupar-se com isso? se calhar não. acho que impera por lá a inveja, não a preocupação... Acho que os blogues são bem mais que isso. As pessoas não são sempre felizes; quando querem, mostram a vida que realmente vivem. E, às vezes, a amizade nasce, quando nos identificamos com essa pessoa. [Bem sei que há por aí gente com mais imaginação do que vida própria.] Há cerca de dois anos, uma pessoa frequente no meu blogue, deixou de escrever no blogue dela e nunca respondeu a emails que varias pessoas "chegadas" lhe haviam enviado, inclusive eu. tinha-me deixado um apelo no seu blogue, a que depois respondi e nunca mais tive resposta. ainda hoje tenho o seu blogue na minha de lista de leituras, para o caso dela voltar. mantenho a esperança que nada tenha acontecido. Agora volto a preocupar-me com a…

ironias

O meu marido conseguiu saber/sentir primeiro que eu o que e uma epidural...
(ouvimos sempre falar de epidural aquando dos partos mas afinal, não serve apenas nesses casos)

balões de oxigénio precisam-se...

Tenho andado longe daqui e de outros locais virtuais que, habitualmente apreciava ler. Os emails acumulam-se neste endereço que associei ao blog. Tem havido pouco tempo, pouca vontade e uma energia há muito no vermelho. Não e por desinteresse que tenho estado longe, e por desequilíbrio mental. Querer escrever aqui ou numa caixa de comentários tem se tornado uma tarefa quase hercúlea. Escrever sempre um prazer para mim, mas tenho-me sentido incapaz de o fazer nos últimos tempos. Tenho aceitado com alguma ansiedade os muitos acontecimentos que se vão sucedendo, mais desde Abril- outro Abril que se verificou agourento. Tenho muitas coisas pendentes neste momento que apenas requerem tempo- e Paciência - para que possam resolver-se. Apesar de tudo e cada vez mais, acredito - embora nem sempre aceite, em primeira instancia- nada acontece por acaso. Embora almejasse deste o início do ano por umas boas e retemperadoras férias, não foi a possibilidade de um ultimo tratamento que as veio por …