quarta-feira, 23 de maio de 2012

Ouvir vozes

Acredito que uma das coisas que pode ser muito poderosa nas relações interpessoais é a voz.
Passo muito tempo ao telefone diariamente e em diversas línguas. Das pessoas com quem falo, digamos que conheço pessoalmente 40% delas. Sei-lhe a cor dos olhos, dos cabelos, a altura e os tiques habitualmente não escapam à observação. No entanto, habituada que estou a falar com elas ao telefone, consigo denotar o seu estado de espírito. A confiança permite-me ir longe  e chego mesmo a incitar ao desabafo se estão tristes, ou a partilhar a alegria que a voz musical anuncia. Há quem opte por entrar  em assuntos mais pessoais, dados os anos de saudável convivência. Consigo notar ironia ou insegurança na voz. E algumas vezes a mentira. [mas também me engano!]

Às vezes pergunto-me se não estou a ler mal aquela voz. Quando era miúda ouvia mal, devido a um problema de saúde. Como é que agora consigo ouvir tão bem ao ponto de ler tanta coisa nas vozes? Será presunção minha? Imaginação?Não sei explicar.

Mas há vozes que nos fazem vibrar, saltar do lugar, querer conhecer. Conheço duas ou três vozes (masculinas) que não me importava de conhecer.
Consigo interpretações das emoções nas vozes, mas quanto ao aspecto físico saio sempre muito enganada. [uma vez conheci alguém com uma voz poderosa, que eu nunca imaginaria que tinha os olhos verdes mais bonitos que já conheci.]

Há vozes poderosas! Garanto que há.

4 comentários:

  1. essa leitura da voz nada tem a ver com capacidades auditivas mas sim outras capacidades. perspicácia, sensibilidade e inteligência. uma voz sensual é linda!

    ResponderEliminar
  2. muito interessante isto de ler as vozes, que nada mais é que sentir com a alma quem está do outro lado...

    ResponderEliminar
  3. muito interessante isto de ler as vozes, que nada mais é que sentir com a alma quem está do outro lado...

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)