terça-feira, 22 de maio de 2012

parece que é isto.

Aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam...

                                                                                                           William Shakespeare


                             

9 comentários:

  1. Não devias criar expectativas, por mais pequenas que sejam, em torno das pessoas que julgamos grandes. Porque mais tarde percebemos que grandes eram as nossas expectativas e as pessoas pequenas para as alcançar minha linda...

    Custa muito quando as pessoas nos desiludem, parece que fica um aperto no peito do tamanho do mundo.

    ResponderEliminar
  2. quem pouco se importa connosco, por muito que nos doa e custe a aceitar não merece a nossa consideração na medida do mais que a educação obriga. um beijo

    ResponderEliminar
  3. o próprio WS diz: não interessa a "medida" da nossa preocupação pois os outros preocupam-se sempre da mesma forma connosco. nada ou quase nada. portanto há que não criar expectativas em demasia nem esperar o que os outros não podem ou não querem nos dar. e se não podem/querem, é bom que vão à vida deles. amigo não empata amiga. Alice eu sou a melhor amiga que podes ter. mas exijo que os meus amigos também o sejam a mim. se vejo que eu dou mais do que recebo, e porque não tenho a capacidade de dar a outra face, afasto-me. não permito que me usem. e olha que eu quando gosto de alguém gosto a valer e faço tudo, tudo por essa pessoa! dou-me aos amigos de alma e coração. mas peço o mesmo. o meu signo é escorpião. somos os melhores amigos que se pode ter mas quando nos ferem, magoam, deixamos de querer saber. ainda damos uma chance, duas, mas depois...

    ResponderEliminar
  4. AnaBrito

    Nenhum ser humano consegue não criar expectativas relativamente às pessoas que julgamos grandes. Podemos estar a fazer um mau julgamento, e portanto, só poderemos abrir os olhos depois.

    Sim, custa muito a desilusão e eu, por muitos anos que viva, não consigo apagar as marcas do que cá deixaram de mau.

    Bjs

    ResponderEliminar
  5. belle,

    tens toda a razão. Talvez me afeiçoe de imediato às pessoas; talvez elas tenham o condão de me enfeitiçar, seduzir para que lhes dê alguns benefícios da dúvida. Tavez eu dê muito de cada vez, e perca tudo tão dolorosamente.

    Conheço as pessoas de escorpião; têm um dos maiores corações que conheço, encantam toda a gente. MAs se um dia os magoam, têm um inimigo para toda a vida. Nem acredito que dêem duas chances.

    Talvez os Touros - como eu- devessem ser assim também.

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. [O meu comentário deve ter sido um daqueles que apagaste, porque não aparece aqui :(]

    Eu acho que é difícil não criarmos expetativas quando pomos tudo de nós no que fazemos e nos importamos com as pessoas à nossa volta. O problema começa quando mais ninguém se importa a não sermos nós!

    Também já apanhei algumas desilusões com as pessoas mais inesperadas :( e isso não se esquece nunca!

    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  7. B. Cérise,

    desculpa o teu comentário não aparecer; em vez de clicar no publicar, cliquei no apagar sem querer. Espero que me desculpes esta distracção. Estou desculpada?

    Estou de acordo contigo. Não podemos deixar de ter expecativas. As expectativas são como os sonhos. Existem sempre, ainda que minúsculas. Fazem parte do ser humano.
    Lamento que também tu tenhas sofrido desilusôes destas. Espero também que encontres pessoas que achei a tua amizade ouro e a mantenham cuidada.

    beijinho

    ResponderEliminar
  8. Claro que estás desculpada:) Felizmente conservo algumas amigas do coração que nunca me desiludem!
    E por aqui também já vou encontrando algumas pessoas que parecem bastante sensatas e com um coração de ouro :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  9. B. Cérise,

    Obrigada!

    Ainda bem que que há amigas do coração que permanecem pela vida fora. E que vais arranjando outras.

    beijinho

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)