Avançar para o conteúdo principal

podem ajudar?

Procuram-se livros divertidos para eventuais tempos de clausura.
há sugestões que possam ser dadas? Obrigada

Comentários

  1. Tenho muitos para emprestar, se quiseres :)
    Fazíamos assim uma cena a modos de bookcrossing, se achares interessante!

    Beijinhos*

    [se me ponho a falar de livros, faço-te um comentário enorme ;)]

    ResponderEliminar
  2. B. Cérise,

    Obrigada pela oferta. Não me tinha ocorrido essa ideia. Até porque nesses tempos que falo não me vou poder mexer muito, nem sequer posso sair de casa para ir à caixa do correio. Mas foste muito gentil em teres tido essa ideia. Quem sabe no futuro?

    A ideia seria reunir uns quantos títulos de livros, assim para o divertido (nada de coisas tristes) para me ajudar a passar o tempo que devo ter que passar de baixa. depois passaria pela biblioteca um dia antes e levantaria algum, se os houvesse.

    estás à vontade para deixar cá sugestões.

    Beijinho e obrigada pela tua amabilidade

    ResponderEliminar
  3. Pedes livros que te distraiam, que sejam divertidos. Estas são algumas sugestões:

    "Cordeiro Biff, o Evangelho segundo o amigo de infância de Jesus Cristo" - Christopher Moore

    "Louca por compras!" - Sophie Kinsella (este é mesmo muito "leve"...)

    "Confissões de uma mãe desnaturada" - Stephanie Calman

    Espero ter ajudado. Os gostos variam de pessoa para pessoa mas espero que gostes.

    E pelo que leio, parece que as nossas orações estão a ter algum resultado... ;)

    Beijos grandes

    ResponderEliminar
  4. carla,

    Não conhecia nenhum deles. Vou procurar.

    Obrigada quer pelas tuas orações, quer pela preocupação.

    Sei que não tenho entrado em grandes pormenores, por precaução. Vive-se um dia de cada vez. entenderás certamente, tu qu foste mãe, dos receios iniciais. Eu já os tenho antes ainda de ser.


    Beijinho grande e obrigada

    ResponderEliminar
  5. Tenho uns bons em casa, um pelo menos é divertido, os outros são leves e de fácl leitura :)
    Tenho de ver os nomes e depois digo-te que esta memória...

    Até te posso emprestar e enviar por correio se quiseres.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. S.o.l,

    Agradeço a tua gentileza. literatura leve e agradável é o
    que se quer. Se opuderes ajudar agradeço.

    Quanto aos empréstimos, não te preocupes. Além de não querer causar incómodo, acho que será possível encontrar algumas das sugestões nas bibliotecas municipais onde estou inscrita como leitora.

    Obrigada pela ajuda.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. As histórias de Joanne Harris não se podem dizer que são divertidas, mas têm magia e sonho.
    Assim divertidos, Dewey, a história de um gato numa biblioteca de uma pequena cidade; Julie & Julia, Isabel e a Cama de Elinor Lipman, O Playboy que chora nas canções de amor de Luís Filipe Borges, tens as crónicas do RAP ou Há Vida em Markl... e tenho de ir espreitar a minha estante a ver se me lembro de mais algum. Se quiseres que te empreste e envie por correio, é só pedir ;)

    ResponderEliminar
  8. Alice,

    entendo perfeitamente. E fazes bem em ser cautelosa.

    Um beijo grande

    ResponderEliminar
  9. Pronto, já fui à estante e apontei estes titulos, pelo que me lembro são ligeirinhos, divertidos, uns mais que outros, mas julgo que podem ir ao encontro do que procuras:
    - Os piores contos dos Irmãos Grim - Luís Sepúlveda
    - A ilha das mulheres a dias - Milena Moser
    - Viagens com o meu gato - Clare de Vries
    - Não há lugar para divorciadas - Francisco Moita Flires
    - O código d' Avintes - vários autores (muito cómico, uma paródia)
    - Um romance de amor - Isabel Stilwell
    - Os três casamentos de Camila S. - Rosa Lobato Faria (gosto desta escritora, e embora não considere os seus livros divertidos nem romances de pipoca, têm uma ligeireza poética no trato de temas que nos são tão familiares no universo feminino...)
    E pronto... se precisares de algum da lista, eu empresto ;)

    ResponderEliminar
  10. Livros assim para a risota sem compromisso de ideias, literatura a metrinho sem aspirações a obra prima mas que se lê bem, uns quantos:
    Lily Prior (tenho-os em inglês mas sei que em português tb há alguns) La Cucina, Néctar e Cabaret.
    O ano tem 12 homens - Martina Paura
    os da Sarah Addison Allen (só romance)
    Sophie Kinsella tens uns qts giros

    Há mais, se quiseres diz, estes foram os q me vieram assim À memória já.
    Bj

    ResponderEliminar
  11. Raio-de-Luar

    Já li todos s da Joanne Harris (talvez à excepção do último). Sou fã da Joanne Harris.

    Já tomei nome das tuas sugestões. Parecem-me bem

    Obrigada e bjs

    ResponderEliminar
  12. Lemon,

    Também me parecem muito bem as tuas sugestões, já que não conhecia nenhuma.

    Vou tê-las em atenção na minha lista.

    obrigada pela ajuda.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  13. Bem, tenho estado a pensar sobre isto e vamos lá ver o que sai daqui:)
    vou dar-te nomes de autores, porque será mais fácil de encontrares alguma referência na biblioteca do que um livro específico.
    Se gostas de policiais e aventura, recomendo o Ken Follet e o Stieg Larsson - não são levezinhos (nada de romances e tal), mas agarram qualquer um à história e só descansas quando chegares ao fim. Estão muito bem escritos e são interessantes; o José Rodrigues dos Santos também é muito bom.
    Adoro a Isabel Allende e recomendo todos:) Também gosto muito da Elizabeth Adler (histórias de amor com final feliz e engraçadas) e da Sveva Casati Modignani.
    Sou grande fã das irmãs Barbara e Stephanie Keating (trilogia 'Irmãs de Sangue') e também gosto da Louise Shaffer, da Marisa de Los Santos e da Sandra Sabanero.
    Ufa...fui ver alguns destes à minha lista de livros lidos nos últimos dois anos :)

    Beijinhos grandes e boas leituras!
    P.S. - Eu disse que o comentário ia ser enorme :)!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)

Mensagens populares deste blogue

Jardim de Chuva Prateada

hoje em dia, as pessoas têm muitos amigos no facebook. é onde têm mais amigos. Se,de repente, essa pessoa deixar de colocar posts ou likes, não mostrar as suas selfies, os amigos vão preocupar-se com isso? se calhar não. acho que impera por lá a inveja, não a preocupação... Acho que os blogues são bem mais que isso. As pessoas não são sempre felizes; quando querem, mostram a vida que realmente vivem. E, às vezes, a amizade nasce, quando nos identificamos com essa pessoa. [Bem sei que há por aí gente com mais imaginação do que vida própria.] Há cerca de dois anos, uma pessoa frequente no meu blogue, deixou de escrever no blogue dela e nunca respondeu a emails que varias pessoas "chegadas" lhe haviam enviado, inclusive eu. tinha-me deixado um apelo no seu blogue, a que depois respondi e nunca mais tive resposta. ainda hoje tenho o seu blogue na minha de lista de leituras, para o caso dela voltar. mantenho a esperança que nada tenha acontecido. Agora volto a preocupar-me com a…

ironias

O meu marido conseguiu saber/sentir primeiro que eu o que e uma epidural...
(ouvimos sempre falar de epidural aquando dos partos mas afinal, não serve apenas nesses casos)

balões de oxigénio precisam-se...

Tenho andado longe daqui e de outros locais virtuais que, habitualmente apreciava ler. Os emails acumulam-se neste endereço que associei ao blog. Tem havido pouco tempo, pouca vontade e uma energia há muito no vermelho. Não e por desinteresse que tenho estado longe, e por desequilíbrio mental. Querer escrever aqui ou numa caixa de comentários tem se tornado uma tarefa quase hercúlea. Escrever sempre um prazer para mim, mas tenho-me sentido incapaz de o fazer nos últimos tempos. Tenho aceitado com alguma ansiedade os muitos acontecimentos que se vão sucedendo, mais desde Abril- outro Abril que se verificou agourento. Tenho muitas coisas pendentes neste momento que apenas requerem tempo- e Paciência - para que possam resolver-se. Apesar de tudo e cada vez mais, acredito - embora nem sempre aceite, em primeira instancia- nada acontece por acaso. Embora almejasse deste o início do ano por umas boas e retemperadoras férias, não foi a possibilidade de um ultimo tratamento que as veio por …