terça-feira, 12 de junho de 2012

Do que ando a ler


A D. Maria II tem-me dado grandes desilusões. Falo da rainha portuguesa, não do livro. [A autora continua a não desiludir.]
Ao longo do livro tenho percebido que o seu carácter forte se diluiu em vaidade e capricho. Qualquer semelhança com os tempos políticos dessa altura e agora, não será mera coincidência. A nossa sociedade tem males que se propagam por séculos e gerações. [de notar que, apesar de a autora nos levar para onde quer, o livro é baseado em fontes como cartas, portanto verídicas].

A rainha D. Amélia continua a ser a minha rainha de eleição. De coração.

Li três livros da Isabel Stilwell quase de seguida e não cansam. A temática é a mesma mas escritas de uma forma tão simples e encantadora, não se consegue parar. Comecei a ler o D. Maria II há menos de uma semana e estou quase no fim.

De seguida, vou querer ler algo de Francisco Salgueiro. Pelo que percebo, acho que me vai parecer bem.

2 comentários:

  1. Tenho o D. Amélia para ler e fiquei entusiasmada com o que comentaste aqui no blog. Gosto tanto de livros históricos :)
    Por acaso sempre achei a D. Maria II uma rainha pouco interessante!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. B. Cérise,

    Eu gostei muito do D. Amélia. fiquei fascinada com ela. Mas claro está, as nossas expectativas podem sair goradas depois de ouvirmos as críticas dos outros. Espero que isso não te aconteça a ti.
    Engraçado, tinha ideia que D. Maria II tinha sido uma grande mulher. Foi-o, no entanto acho-a demasiado volúvel. Estou a 200 páginas do fim; vamos ver como se porta nestas últimas páginas :).

    posso adiantar-te que foi uma excelente mãe.

    Bjs

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)