Avançar para o conteúdo principal

Hábito ou vaidade?

Fico sempre surpreendida quando uma senhora acima dos setenta anos não descura a maquilhagem em momento nenhum. Todos os momentos são bons para, pelo menos, manter a corzinha nos lábios. Nem que de seguida coma uma garfada de bolo.
Não sei se é do hábito ou da vaidade. Ambos, talvez.

Comentários

  1. Desde que não seja em exagero, acho tão giro :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Eu sou da opinião que nos devemos cuidar sempre, gostar de nós, e se pintar os lábios nos faz bem e feliz... e se não descurar a maquilhagem nos faz sentir melhor... porque não? Acho que é questão de nos fazer sentir bem....

    ResponderEliminar
  3. Dear Daisy,

    Também acho. Mas tem de haver esse hábito incutido, e uma pontinha de vaidade também.

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Acho que é pelo hábito e com uma pitada de vaidade, claro :)

    ResponderEliminar
  5. Ana Brito,

    Nada contra. Mas chegar aquela idade, e onde quer que se encontre - e sem precisar de espelho- retocar a maquilhagem, é um hábito de há muito.

    Eu, às vezes até me esqueço que estou a usar rímel e esfrego os olhos.

    Não sou desleixada, mas a minha insegurança não me permite grandes ousadias, com medo que seja pior a emnda que o soneto.

    Numa senhora daquela idade, há muito hábito incutido certamente.

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. Sim sem dúvida um hábito, uma rotina... Mas sem exagero, não gosto das senhoras que ficam a parecer uma palete de cores, desde os olhos aos lábios... Mas concordo... e vaidade sim :)

    ResponderEliminar
  7. Ana Brito,

    As senhoras que conheço que o fzem são comedidas nas cores que usam. E sabem que ficam bem assim, porque ficam mesmo!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Querida Alice, eu gosto de ver mesmo quando é em exagero. Ou seja, admiro as senhoras velhotas que têm o espirito, a confiança e o amor próprio de se arranjarem mesmo já no Outono da vida. olho para elas com um ar enternecido quando as vejo de blush exagerado, lábios vermelhos, bijutaria diversa. quero chegar à idade delas com essa vontade! mas há uma coisa que não gosto nada: a sobrancelha desenhada. mete medo!

    ResponderEliminar
  9. Belle,

    Esse teu ponto de vista não tive eu em conta. Sim, o pormenor da sobrancelha desenhada é mesmo estranho, mas acho que se vê cada vez menos.

    Bjs

    ResponderEliminar
  10. lololol Belle,

    Eu estava só a ver o lado estético da coisa, bonito ou feio... mas tens razão, dou o braço a torcer... Eu gosto das pessoas que andam como se sentem bem e quando vejo uma pessoa de idade com bom gosto e arranjada e maquilhada.... acho lindo e admiro isso...

    Beijinhos para as duas

    ResponderEliminar
  11. Ana Brito,

    A questão pode ter várias interpretações. Todas igualmente válidas.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Admito que tenho pouca pachorra para me maquilhar, mas acho tão querido ver as senhoras com mais idade a terem esses cuidados. É tão mimoso :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  13. B. Cérise,

    É mimoso mesmo.

    E se nos falta pachorra em novas, quando chegamos a velhas, como será?

    Por isso, acho que além da vaidade estas senhoras de que falo, têm de ter o hábito de se maquilhar.

    Bjs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)

Mensagens populares deste blogue

Jardim de Chuva Prateada

hoje em dia, as pessoas têm muitos amigos no facebook. é onde têm mais amigos. Se,de repente, essa pessoa deixar de colocar posts ou likes, não mostrar as suas selfies, os amigos vão preocupar-se com isso? se calhar não. acho que impera por lá a inveja, não a preocupação... Acho que os blogues são bem mais que isso. As pessoas não são sempre felizes; quando querem, mostram a vida que realmente vivem. E, às vezes, a amizade nasce, quando nos identificamos com essa pessoa. [Bem sei que há por aí gente com mais imaginação do que vida própria.] Há cerca de dois anos, uma pessoa frequente no meu blogue, deixou de escrever no blogue dela e nunca respondeu a emails que varias pessoas "chegadas" lhe haviam enviado, inclusive eu. tinha-me deixado um apelo no seu blogue, a que depois respondi e nunca mais tive resposta. ainda hoje tenho o seu blogue na minha de lista de leituras, para o caso dela voltar. mantenho a esperança que nada tenha acontecido. Agora volto a preocupar-me com a…

ironias

O meu marido conseguiu saber/sentir primeiro que eu o que e uma epidural...
(ouvimos sempre falar de epidural aquando dos partos mas afinal, não serve apenas nesses casos)

balões de oxigénio precisam-se...

Tenho andado longe daqui e de outros locais virtuais que, habitualmente apreciava ler. Os emails acumulam-se neste endereço que associei ao blog. Tem havido pouco tempo, pouca vontade e uma energia há muito no vermelho. Não e por desinteresse que tenho estado longe, e por desequilíbrio mental. Querer escrever aqui ou numa caixa de comentários tem se tornado uma tarefa quase hercúlea. Escrever sempre um prazer para mim, mas tenho-me sentido incapaz de o fazer nos últimos tempos. Tenho aceitado com alguma ansiedade os muitos acontecimentos que se vão sucedendo, mais desde Abril- outro Abril que se verificou agourento. Tenho muitas coisas pendentes neste momento que apenas requerem tempo- e Paciência - para que possam resolver-se. Apesar de tudo e cada vez mais, acredito - embora nem sempre aceite, em primeira instancia- nada acontece por acaso. Embora almejasse deste o início do ano por umas boas e retemperadoras férias, não foi a possibilidade de um ultimo tratamento que as veio por …