quinta-feira, 30 de agosto de 2012

o que acontece com saias leves e vento

Ficar com as nádegas à mostra no regresso do almoço, ao tentar sair do carro. Por culpa do vento.

Um lamentável espectáculo para cinco pessoas.  E a risota geral (houve quem risse até às lágrimas) por me recusar a sair do carro. A vergonha foi aligeirada pelo cómico da situação. Não faltou quem me apontasse que era a primeira vez que me via corada. Pudera!

2 comentários:

  1. Alice,


    Ainda hoje voltou a ser um pagode que não se falava de outra coisa.

    O que vale é que eu também me ri; temos de ter a capacidade de nos rirmos da situação, sendo nós os protagonistas.

    Creio que ainda se vai falar nisso nos próximos dias. Já chegou aos ouvidos do patrão.

    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)