sexta-feira, 5 de outubro de 2012

A vida é assim



Eu ainda sou do tempo que só existiam dois canais de televisão. Em que as pessoas acompanhavam os debates políticos com a fidelidade que hoje acompanham a Casa dos Segredos ou a Gabriela. . Eram conduzidos pela jornalista que mais admirei até aos dias de hoje. Talvez hoje pudesse mudar de ideias por ser mais crescida, por já ter vivido mais, porque a veria com outros olhos. Mas essa vai ser sempre a ideia que vou sempre ficar da Margarida Marante - uma mulher bonita e muito inteligente, uma excelente jornalista. Sempre tive a ideia que era temida pelos que entrevistava. Receavam que ela os induzisse a falar mais do que deviam, do que podiam. 
Se tivesse de eleger figuras marcantes do jornalismo, ela seria uma delas. 

Mas como alguém diz, os bons serão sempre os primeiros a desaparecer. 

2 comentários:

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)