Avançar para o conteúdo principal

Vamos colorir 2013 [Janeiro - Angel Blue 3]

    Pormenor de uma toalha de chá trazida pela minha mãe de Viana do Castelo




Havemos de Ir a Viana

Entre sombras misteriosas
em rompendo ao longe estrelas
trocaremos nossas rosas
para depois esquecê-las


Se o meu sangue náo me engana
como engana a fantasia
havemos de ir a Viana
ó meu amor de algum dia
ó meu amor de algum dia
havemos de ir a Viana
se o meu sangue não me engana
havemos de ir a Viana

Partamos de flor ao peito
que o amor é como o vento
quem pára perde-lhe o jeito
e morre a todo o momento

Se o meu sangue não me engana

Ciganos verdes ciganos
deixai-me com esta crença
os pecados têm vinte anos
os remorsos têm oitenta.

                                   [Amália Rodrigues]

Nunca fui a Viana, apesar de lá ter andado perto. Um dia, havemos de ir a Viana. As terras minhotas são lindas!

Este post já saiu atrasado por culpa do blogger - que não deixa publicar fotos a partir do telemóvel- e do mau tempo que não deixou responder ao desafio nem aos comentários cá deixados.

Comentários

  1. Respostas
    1. Vanda,

      Também acho. lembrei-me desta toalha, pois há duas semanas, numa das respostas ao desafio estava um coração de feltro azul. lembrei-me dos corações de Viana, que tanto gosto.

      Beijinho

      Eliminar
  2. Viana é muito bonita. E este poema também. Assim como o bordado :)

    Um beijo, Alice. Espero que esteja tudo bem (dentro do possível)por aí.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla,

      acho que deve ser tudo bonito. Ainda não fui a Viana, mas um dia hei-de ir. Os dias são sempre cheios de muitas esperanças como essa, a de um dia ir.

      Lá por casa, continuamos sem electricidade. Voltou ontem a final do dia, mas voltámos a ficar sem ela de madrugada. espero que tenha ido apenas ido comprar cigarros (estou a tentar levar isto com algum gracejo, mas estou um pouco aborrecida). felizmente, não há prejuizos de maior a contabilizar. por enquanto.

      Muito obrigada pela tua preocupação e as tuas preces.

      beijinho grande

      Eliminar
  3. Sofia,

    Creio que deve ser. As terras minhotas são magníficas. Há uns tempos fui a Ponte de Lima e amei. creio que, com Viana será idêntico.

    Ainda bem que estás orgulhosa pela tua terra. isso é bonito de se ver.

    uma coisa te posso dizer a certeza. Adoro corações de Viana,. Tenho uns brincos com eles e tudo. adoro, adoro, adoro.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Olá querida,
    amei mesmo :))

    Muitos beijinhos
    MUAH* <3

    Neuza Mariano

    ResponderEliminar
  5. Viana é uma cidade linda para se visitar.
    Porque não este ano??
    Beijinhooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dear Daisy,

      Acredito que seja. Tenho mesmo curiosidade em conhecer. quem sabe se não será este ano, mesmo?

      beijinho grande e cuida-te :)

      Eliminar
  6. Vale bem a pena uma visita! ^^
    Vais gostar!
    Beijinhos :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kuma,

      Já ouvi dizer que sim. Sempre tive curiosidade em conhecer. Estou a ver que está toda a gente a incitar-me a uma visita.

      Acho que todo o Minho deve ser bem bonito. Gostava de conhecer todo o Minho, e só conheço um pouquinho.

      Bjs

      Eliminar
  7. Vale a pena ires a Viana do castelo, eu fui em 2010 e adorei, tive muita pena de não ir à igreja de santa luzia, que fica no alto da cidade, linda por fora e a vista de lá de cima deve de ser linda. Fui em Dezembro e estava um friozinho de rachar e apanhei um susto enorme na viagem para lá, carros despistados por causa de gelo no piso, nunca na vida vi coisa assim por pouco chocavam conosco. Adorei o comércio local, tudo ! Um terra linda e aqui escreve-te uma algarvia de gema ! Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)

Mensagens populares deste blogue

Jardim de Chuva Prateada

hoje em dia, as pessoas têm muitos amigos no facebook. é onde têm mais amigos. Se,de repente, essa pessoa deixar de colocar posts ou likes, não mostrar as suas selfies, os amigos vão preocupar-se com isso? se calhar não. acho que impera por lá a inveja, não a preocupação... Acho que os blogues são bem mais que isso. As pessoas não são sempre felizes; quando querem, mostram a vida que realmente vivem. E, às vezes, a amizade nasce, quando nos identificamos com essa pessoa. [Bem sei que há por aí gente com mais imaginação do que vida própria.] Há cerca de dois anos, uma pessoa frequente no meu blogue, deixou de escrever no blogue dela e nunca respondeu a emails que varias pessoas "chegadas" lhe haviam enviado, inclusive eu. tinha-me deixado um apelo no seu blogue, a que depois respondi e nunca mais tive resposta. ainda hoje tenho o seu blogue na minha de lista de leituras, para o caso dela voltar. mantenho a esperança que nada tenha acontecido. Agora volto a preocupar-me com a…

ironias

O meu marido conseguiu saber/sentir primeiro que eu o que e uma epidural...
(ouvimos sempre falar de epidural aquando dos partos mas afinal, não serve apenas nesses casos)

balões de oxigénio precisam-se...

Tenho andado longe daqui e de outros locais virtuais que, habitualmente apreciava ler. Os emails acumulam-se neste endereço que associei ao blog. Tem havido pouco tempo, pouca vontade e uma energia há muito no vermelho. Não e por desinteresse que tenho estado longe, e por desequilíbrio mental. Querer escrever aqui ou numa caixa de comentários tem se tornado uma tarefa quase hercúlea. Escrever sempre um prazer para mim, mas tenho-me sentido incapaz de o fazer nos últimos tempos. Tenho aceitado com alguma ansiedade os muitos acontecimentos que se vão sucedendo, mais desde Abril- outro Abril que se verificou agourento. Tenho muitas coisas pendentes neste momento que apenas requerem tempo- e Paciência - para que possam resolver-se. Apesar de tudo e cada vez mais, acredito - embora nem sempre aceite, em primeira instancia- nada acontece por acaso. Embora almejasse deste o início do ano por umas boas e retemperadoras férias, não foi a possibilidade de um ultimo tratamento que as veio por …