terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

dormir com o inimigo

Estou aqui a fazer um esforço quase hercúleo para me manter os olhos abertos. Não é sono, é mau-estar. Estou sem energia. Isto de dormir com o inimigo [vírus] parece-me que teve consequências diferentes das vezes anteriores. É muito raro ficar doente, mesmo quando somos três no quarto e na cama - eu, o marido e a gripe. Parece-me que desta não escapei.
Compreendo que o marido goste de partilhar tudo comigo, mas já lhe disse que, quanto à gripe, não precisa ser altruísta. Eu dispenso.

[mesmo assim, estou bem melhor que ele estava ontem. espero não chegar aquele ponto. A ruindade tem que valer de alguma coisa. ;). já só aspiro em chegar o mais rápido possível a casa]

4 comentários:

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)