Avançar para o conteúdo principal

importância

As pessoas  {e as coisas} que nos entram pela vida terão  importância que nós lhe dermos.

Vou aprendendo isto todos os dias; provavelmente torno-me mais egoísta. Eu diria que resguardo mais o coração.

Comentários

  1. E eu concordo tanto contigo...
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dear Daisy,

      Somos concordantes em muita coisa! :)

      Beijinho

      Eliminar
  2. Sem dúvida, cada pessoa pessoa ou cada coisa só tem a importância que cada um de nós lhe der na nossa vida.
    Só devemos dar importância, ao que importância tem!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. esquecimedeviver,

      O problema é darmos importância às pessoas por também acharmos que somos importantes na vida delas. Isto é uma pescadinha de rabo na boca.

      Bjs



      Eliminar
  3. Pois de isso é egoísmo, então sofro do mesmo que tu. Há que ser cada vez mais selectiva. Estou contigo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta,

      De há uns tempos para cá, fui fechando mais o círculo e ainda me apercebo que continuo a dar importância a quem não devo.

      Bjs

      Eliminar
  4. Ambas as ideias que trnasmites no texto estão correctas. Por um lado temos que nos proteger, pois não sabemos se podemos confiar nas pessoas; por outro podemos ser vistos cmo frios e egoístas por fazermos isso. Eu também sou assim, embora com o tempo, se me derem provas que posso confiar, abro-me mais e deixo as pessoas entrarem no meu círculo de confiança. :)

    R: Deixa-me partilhar um segredo contigo sobre o meu trabalho - é verdade que as cartas prevêem o futuro. Adoro esse trabalho e adoro poder ajudar as pessoas. Mas também não deixa de ser verdade que o futuro é algo incógnito, mesmo para quem o sabe ver. :P

    E isso porquê? Graças ao nosso livre arbítrio. As previsões devem ser aceites como isso mesmo. Uma previsão. ^^

    Orgulho-me de ao longo dos últimos aos ter atendido já centenas, talvez mesmo milhares de pessoas e muitas regressam para relatar como as coisas se passaram, para partilhar as alegrias e as tristezas. Outras pessoas há que só me procuram naquele momento de aflição - depois de tudo estar resolvido lá vão às suas vidas e o laço que se criou ali quase que desaparece. Por vezes fico um pouco triste com isso, principalmente quando são pessoas que com o tempo se vão tornando mais do qe simples clientes ou conhecidos - tornam-se quase que "amigos".

    A vida não é feita só de coisas más. É verdade que a conjunctura actual é desanimadora e o futuro é cada vez mais incerto.

    Ainda assim, a vida é bela. Não tenhas medo de saber o futuro. Muitas vezes eu digo às pessoas para encararem o que eu digo e prevejo como uma precaução, uma segurança para o que ainda há-de vir. E nas cartas podes não só ver o Futuro, mas também o Presente, o Passado e tantas outras coisas giras! ^^

    Beijinhos :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kuma,

      Já fui muito magoada. Sabes, não sei ser pela metade. Ou estou numa relação por inteiro ou não estou. Não espero compensações pela minha amizade, mas também acho que não mereço indiferença.

      Quanto ao resto já fomos falando desta tarde. Desejo que esse teu jeito para as cartas e o futuro ajude muita gente aseguir com a sua vida.

      beijinho

      Eliminar

Enviar um comentário

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)

Mensagens populares deste blogue

Jardim de Chuva Prateada

hoje em dia, as pessoas têm muitos amigos no facebook. é onde têm mais amigos. Se,de repente, essa pessoa deixar de colocar posts ou likes, não mostrar as suas selfies, os amigos vão preocupar-se com isso? se calhar não. acho que impera por lá a inveja, não a preocupação... Acho que os blogues são bem mais que isso. As pessoas não são sempre felizes; quando querem, mostram a vida que realmente vivem. E, às vezes, a amizade nasce, quando nos identificamos com essa pessoa. [Bem sei que há por aí gente com mais imaginação do que vida própria.] Há cerca de dois anos, uma pessoa frequente no meu blogue, deixou de escrever no blogue dela e nunca respondeu a emails que varias pessoas "chegadas" lhe haviam enviado, inclusive eu. tinha-me deixado um apelo no seu blogue, a que depois respondi e nunca mais tive resposta. ainda hoje tenho o seu blogue na minha de lista de leituras, para o caso dela voltar. mantenho a esperança que nada tenha acontecido. Agora volto a preocupar-me com a…

ironias

O meu marido conseguiu saber/sentir primeiro que eu o que e uma epidural...
(ouvimos sempre falar de epidural aquando dos partos mas afinal, não serve apenas nesses casos)

balões de oxigénio precisam-se...

Tenho andado longe daqui e de outros locais virtuais que, habitualmente apreciava ler. Os emails acumulam-se neste endereço que associei ao blog. Tem havido pouco tempo, pouca vontade e uma energia há muito no vermelho. Não e por desinteresse que tenho estado longe, e por desequilíbrio mental. Querer escrever aqui ou numa caixa de comentários tem se tornado uma tarefa quase hercúlea. Escrever sempre um prazer para mim, mas tenho-me sentido incapaz de o fazer nos últimos tempos. Tenho aceitado com alguma ansiedade os muitos acontecimentos que se vão sucedendo, mais desde Abril- outro Abril que se verificou agourento. Tenho muitas coisas pendentes neste momento que apenas requerem tempo- e Paciência - para que possam resolver-se. Apesar de tudo e cada vez mais, acredito - embora nem sempre aceite, em primeira instancia- nada acontece por acaso. Embora almejasse deste o início do ano por umas boas e retemperadoras férias, não foi a possibilidade de um ultimo tratamento que as veio por …