Avançar para o conteúdo principal

falar aos peixes

a maior parte das pessoas ignora (ou pretende ignorar- porque interessa é dizer mal) que não há só o seu lado da questão. Ao princípio ainda tentava mostrar as várias perspectivas e a pessoa decidiria se mantinha a sua posição. Agora já pouco me dou ao trabalho de pôr as pessoas a reflectir e ver outros ponto de vista. Não vale a pena. Há quem se julgue sempre dono da verdade e arrasta outras pessoas consigo. 

Chego à conclusão que nunca hei-de ser como as outras pessoas, que se restringem ao evidente e não se questionam sobre o que é menos evidente, mas igualmente possível.  é notório que as pessoas sempre me acharam diferente, nem sei se ache isto bom, ou mau.

Se calhar sou eu que vivo noutra realidade. Pergunta para a revista Maria, na secção de resposta ao leitor: Serei autista?

Comentários

  1. Contra a prepotência a atitude mas saudável para nós que nos enervamos é ignorar e deixa-los com a deles.

    ResponderEliminar
  2. Aqui há tempos, encontrei uma frase (na realidade são duas) que publiquei no meu blog e que acho que reflete, no fundo, o que escreves neste post: "Everything we hear is an opinion, not a fact. Everything we see is a perspective, not the truth."
    E a sensação que tenho é que as pessoas cada vez pensam menos pela sua cabeça, e cada vez mais pelo que os outros dizem. É pena.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  3. Eu vivo então na mesma realidade paralela que tu.
    Bj**

    ResponderEliminar
  4. Olha Alice acho que vale sempre a pena mostrar a nossa perspetiva...ainda que possa ser diferente da maioria...por sermos seres únicos enriquecemos com a nossa forma de ser e pensar também o mundo dos outros...!
    Hoje por exemplo tivémos opiniões diferentes sobre um assunto e o meu blogue ficou mais rico por isso mesmo...o que pensamos nasce muitas vezes da nossa experiência e pô-la ao serviço dos outros...ainda que às vezes custe e eu sei que pode custar...é algo de bom que fazemos!!!E concordo ninguém é dono da verdade!!!E sim as questões podem ser vistas por muitos lados!!!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
  5. Tu és é muitoooooo à frente!
    Eu também já me deixar de tentar. Posso tentar uma vez mas depois forget it!

    Um beijo docinho xxxx

    ResponderEliminar
  6. Não, és mais sentimental, mais espiritual talvez. :)

    ResponderEliminar
  7. Eu também já abandonei a vontade de expor o meu ponto de vista, a minha opinião, principalmente onde trabalho. Não vale mesmo a pena, ali, a razão é um posto, quanto mais anos se tiver na empresa mais sólida é a razão - dizem eles - e não há forma de contradizer. Pfuuuuuu! Desisto, nem sequer me dou ao trabalho de abrir a boca.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)

Mensagens populares deste blogue

Jardim de Chuva Prateada

hoje em dia, as pessoas têm muitos amigos no facebook. é onde têm mais amigos. Se,de repente, essa pessoa deixar de colocar posts ou likes, não mostrar as suas selfies, os amigos vão preocupar-se com isso? se calhar não. acho que impera por lá a inveja, não a preocupação... Acho que os blogues são bem mais que isso. As pessoas não são sempre felizes; quando querem, mostram a vida que realmente vivem. E, às vezes, a amizade nasce, quando nos identificamos com essa pessoa. [Bem sei que há por aí gente com mais imaginação do que vida própria.] Há cerca de dois anos, uma pessoa frequente no meu blogue, deixou de escrever no blogue dela e nunca respondeu a emails que varias pessoas "chegadas" lhe haviam enviado, inclusive eu. tinha-me deixado um apelo no seu blogue, a que depois respondi e nunca mais tive resposta. ainda hoje tenho o seu blogue na minha de lista de leituras, para o caso dela voltar. mantenho a esperança que nada tenha acontecido. Agora volto a preocupar-me com a…

ironias

O meu marido conseguiu saber/sentir primeiro que eu o que e uma epidural...
(ouvimos sempre falar de epidural aquando dos partos mas afinal, não serve apenas nesses casos)

balões de oxigénio precisam-se...

Tenho andado longe daqui e de outros locais virtuais que, habitualmente apreciava ler. Os emails acumulam-se neste endereço que associei ao blog. Tem havido pouco tempo, pouca vontade e uma energia há muito no vermelho. Não e por desinteresse que tenho estado longe, e por desequilíbrio mental. Querer escrever aqui ou numa caixa de comentários tem se tornado uma tarefa quase hercúlea. Escrever sempre um prazer para mim, mas tenho-me sentido incapaz de o fazer nos últimos tempos. Tenho aceitado com alguma ansiedade os muitos acontecimentos que se vão sucedendo, mais desde Abril- outro Abril que se verificou agourento. Tenho muitas coisas pendentes neste momento que apenas requerem tempo- e Paciência - para que possam resolver-se. Apesar de tudo e cada vez mais, acredito - embora nem sempre aceite, em primeira instancia- nada acontece por acaso. Embora almejasse deste o início do ano por umas boas e retemperadoras férias, não foi a possibilidade de um ultimo tratamento que as veio por …