domingo, 18 de agosto de 2013

para o que estou (sempre) guardada...

A esta hora devia estar a gozar a minha última noite de escapadinha a dois, que andei a programar há uns dias atrás, e que fui falando. Devia, mas não estou. Esta tarde regressámos a casa a correr, ele lá vestiu a farda à pressa e lá foi, enquanto o diabo esfrega um olho, acudir. 
Foram boas as vinte e quatro horas de escapadinha romântica, que vai dar uns quantos textos, certamente. Porque, mais do que relatar a escapadinha, estou entusiasmada para divulgar lugares que valem tão, mas tão a pena visitar.
Só para ficar um "cheirinho", a escapadinha meteu muitos copos de espumante, uma noite de piano bar, muitas fotos de casas, uns quantos momentos insólitos a meter GNR e uma desconhecida, e colecções de arte Joe Berardo. 

Prometem-se fotos, e se os posts pudessem mexer com outros sentidos garantidamente iriam sentir o aroma e sabor fantástico de vinhos nas minhas palavras.




1 comentário:

  1. Adoro esse coração aí, faz-me lembrar coisas tão boas:)
    Estou ansiosa para saber o que viste e onde foste. Boas ideias e coisas giras para se fazer, venham elas:)

    Beijos e bom domingo*

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)