sábado, 2 de novembro de 2013

isto tem de ficar registado

Depois de uma semana sem pôr os pés no trabalho, por motivo de férias, compareci a um dos jantares anuais da empresa. Não podia recusar ir.

Apesar de ter estado ausente, mais ou menos fui monitorizando os emails pelo telefone. Deixei a destrambelhada da colega - sobre quem já contei peripécias estranhas - estar à vontade, fazer o que lhe aprouvesse. Tentei intervir o mínimo possível sabendo que estava a correr o risco de ter de limpar a porcaria no regresso. Às vezes, as pessoas têm de aprender da pior maneira. Desta vez eu relaxei e deixei andar. 

Mas soube maravilhosamente ouvir o patrão - que também é o meu chefe- dizer que fiz muita falta. Para ele admitir publicamente e de viva voz, a coisa ainda esteve mais complicada do que eu imaginava.

Soube bem ao ego. Segunda-feira preocupo-me com as asneiras.

2 comentários:

  1. Se há coisas boas, uma delas e ver o nosso trabalho reconhecido :)

    ResponderEliminar
  2. Só foi pena o jantar ter sido nas tuas férias, já que os elogios sabem bem em qualquer altura :)

    Beijos

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)