quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

dos meus momentos

Apesar dos dias cheios e dos pensamentos estranhos que me têm transbordado da cabeça até ela latejar, hoje à saída de casa, saí do carro e, por um instante, contemplei o céu, e senti-me tranquila. Sussurrei um "dou graças por este nascer de dia, por estar aqui" e ainda tirei uma foto, mesmo estando atrasada. O céu estava avermelhado, fantástico, maravilhoso.Senti uma paz, não reclamei com o homem à minha frente que não andava, nem resmunguei quando tive de esperar que o sinal abrisse. A ventania que estava, fez levantar um imenso tapete na calçada e imensas folhas castanhas douradas voaram sobre o carro. Senti-me envolvida num ambiente mágico, num cenário de filme romântico, como se todas aquelas folhas bailarinas fossem um separador de tempo numa história de amor. Soube-me bem outro momento mágico num espaço de tempo tão curto.
Fiz uma viagem até ao trabalho na companhia da rádio de sempre e a música fez-me atravessar mentalmente várias fases da minha vida.

A viagem terminou com esta música que, embora tenha um significado diferente daquele que é o objectivo, não deixa de me emocionar de cada vez que a ouço.[e eu nem sou fã do Pedro Abrunhosa]



2 comentários:

  1. Não digo que seja fã mas gosto de algumas músicas e reconheço a sua vertente de compositor :)

    ResponderEliminar
  2. Há dias tão especiais que nos tornamos ainda mais especiais do que eles!!!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)