quinta-feira, 6 de março de 2014

o ano tem sido pródigo em acontecimentos pouco espectáveis

Ontem foi o dia em que o meu marido soube que vai ser tio-avô. E não ficou nada satisfeito. Acho que teve pesadelos e tudo. Está desiludido pela irresponsabilidade do sobrinho. O futuro pai é um puto e nem dele sabe tomar conta...
 
Ainda estamos para saber como vai reagir o meu sogro [com os seus respeitáveis e lúcidos oitenta e cinco anos]. Acho que a indignação vai viver paredes meias com a alegria. Logo ele, que casou dois dos três filhos, com descendência a caminho e na altura, não achou aquilo nada católico. Nem sensato.
 
Eu vou aproveitando para gozar o marido, para não me pôr a pensar em coisas que me fazem mossa na alma. Quero ignorar as ironias a vida, portanto, nada como usar a arma do humor.

3 comentários:

  1. Bolas!
    É complicado, mas com a ajuda da família as coisas encarreiram...
    Há ironias lixadas*
    Pensa noutras coisas!!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Candybabe,

    Acredita que estoua lidar bem com a situação. Não sei se lidarei tão bem quando cmeçarem as bocas foleiras. mas vou tentar não cismar com isso. Por enquanto,e tentando ver o lado menos esquisito da coisa, farto-me de brincar com o marido sobre ele já ser tio-avô e ainda não tem quarenta... ele é que não acha piada. :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes... As pessoas tendem a ser mázinhas...
      Mas tens de ser forte e ignorá-las...
      A minha irmã demorou muito a engravidar e, como ela tinha barriguinha, volta e meia perguntavam se estava grávida...
      Não sei se era por ignorância ou maldade... Mas lembro-me do olhar triste da minha irmã, mas sabes que mais? Quando menos esperava, aliás quando tinha desistido, engravidou e sem recorrer a qualquer tratamento.
      Mima-te a ti e dá tempo...

      Eliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)