sexta-feira, 16 de maio de 2014

Aprendizagem contínua

Vou deixando de estar lá para outros, quando os outros nunca estiveram verdadeiramente comigo ou por mim.

Isso tem-me libertado de obrigações sem problemas de consciência que me acordavam  meio da noite.

Talvez esteja a ficar com um coração duro. Ou a aprender a ser menos disponível.

7 comentários:

  1. Tb tive que aprender a viver assim. No início custa, mas a vida torna-se bem mais leve

    ResponderEliminar
  2. Prefiro o menos disponível e desperta para quem merece! ;)
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Eu diria que estás a deixar de ser parva ;) Que é exatamente como me sinto quando decido "não estar disponível" para pessoas que nunca o estiveram para mim. Esta coisa do ser altruísta também tem os seus limites, principalmente quando as pessoas tomam a nossa bondade, disponibilidade, amizade em burrice e parvoíce.
    Portanto é mesmo isso: sem problemas de consciência!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Talvez esteja a agir de melhor forma.
    Se nunca estiveram lá para ti, não merecem que percas horas de sono por eles.
    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  5. Ou ambas as coisas ^^
    Para tudo conta, peso e medida! ^^

    Beijinhos e bom fim de semana :3

    ResponderEliminar
  6. Por vezes é mesmo necessário protegeres-te...
    :|

    ResponderEliminar
  7. Acho que estás a colocar as coisas nos sitios certos, somente isso. Não podemos de modo algum carregar com tudo e todos. Ajudar a encontrar caminhos sim, a resolver tudo não!

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)