sábado, 7 de novembro de 2015

coisas#7

Custa-me admitir - e e isso que me tem esgotado ainda mais- que estou sem planos para a vida. Isso assusta-me e deixa-me emocionalmente instável.

4 comentários:

  1. Compreendo perfeitamente, porque eu mesma sinto nesta altura a vida sem rumo. O que te sugiro é que vás arranjando objetivos pequeninos, porque mesmo pequenos vão-te dar â animo. Pelo menos comigo é assim. Há sempre coisas que gostaríamos de fazer, seja ler um livro ou fazer uma receita nova. Ânimo e um abraço.

    ResponderEliminar
  2. São fases, logo aparecem os planos ou quanto mais não seja os sonhos e sonhar é bom :)

    ResponderEliminar
  3. Mais cedo ou mais tarde isso passa. Já passei essas fases. Agora que tenho as pequenas tenho sempre os mesmos planos: assegurar o futuro e o bem estar delas. Também são sempre os mesmos, deixa lá.

    ResponderEliminar
  4. Eu deixei de fazer planos há uns anos e a vida tem-me surpreendido de tantas maneiras! Espero, do coração (mas tu sabes disso!) que te aconteça o mesmo!

    Beijos, beijos*

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)