quinta-feira, 3 de março de 2016

Empregada por conta de outrém desesperada por fim-de-semana

Quando o meu irmão andava na escola primária, perguntavam-lhe: Então, o que mais gostas na escola? Ele prontamente respondia: Do recreio!

Na empresa, tínhamos um colega que assim que começava o ano, assinalava logo todos os feriados que o ano tinha, punha sempre o carro a jeito de sair, para sair mais rápido e 15 minutos antes da hora já tinha a secretária arrumada e, ai de nós, que lhe pedíssemos algo que tivesse de ser ele a fazer. Tínhamos má resposta, com toda a certeza.

Em tempos, para mim, sendo segunda ou quarta, via a semana de trabalho sempre da mesma forma. Agora já conto os dias para chegar ao fim-de-semana. Pensar que cada dia é um frete só aumenta a minha tortura. Estou a pensar tirar uma semana de férias no final de Abril e já ando a ansiar pela chegada desses dias. Mesmo sabendo que há o fim-de-semana prolongado na Páscoa.

Enquanto esses dias não chegam, anseio que chegue rápido o fim-de-semana [e trauteio silenciosamente o Hymn for the Weekend, dos ColdPlay, que gosto tanto.



2 comentários:

  1. Também estou cansada e a precisar de férias. Tenho de pensar nisso :)

    ResponderEliminar
  2. eu gosto do que faço apesar de toda a injustiça que existe... os meus dias de trabalho não são um sacrifício mas o fim de semana é o melhor da semana :)

    ResponderEliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)