terça-feira, 19 de abril de 2016

há uma primeira vez para tudo: lista de presentes

Não costumo apregoar que estou a poucos dias de comemorar um novo ano de vida mas as circunstâncias determinam que fale nisso .
Ando a esmerar-me que seja uma comemoração que me faça sentir feliz. Já basta a evidência que estou a perder a validade para alguns sonhos. Mas no momento presente não me vou debruçar sobre isso. Ficar mais velha nunca me fez ficar depressiva, portanto não é agora que vai acontecer.

Escolhi sítios bonitos onde espero estar para encontrar uma paz e sossego que me fazem falta. Andar devagar. Sentir. Respirar sem amarras nem pressas.

Pela primeira vez, fiz uma lista de coisas fúteis que apreciaria receber. Coisas muito de gaja.
As pessoas que me conhecem sabem que nunca recusaria um livro de presente. Este ano posso prescindir. Mas se ainda assim, alguém se lembrar de me oferecer um livro tenho uns quantos tipos que não gostaria de receber:
  • com vampiros ou outras criaturas do fantástico; 
  • de autores contemporâneos, a retratarem a  narrativa com personagens de outros séculos;
  •  de ficção científica; 
  • com descrições exaustivas sobre Guerras Mundiais
Respeito quem goste. Mas eu sou incapaz de ler.

Este post não é nenhum meio para atingir um fim. de forma nenhuma.


4 comentários:

  1. Não és a única, que n gosta deste tipo de livros ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jardim,

      Assim nem me sinto sozinha nem estranha.😉

      Eliminar
  2. Vai ser certamente uma comemoração feliz, Alice! É tão bom celebrarmos a vida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria XL,

      Estou a fazer para que seja mesmo feliz. A vida e curta..

      Eliminar

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)