os desconsertos da vida


a luz sabe que não será enegrecida pela escuridão. e a escuridão está a deixar-se aclarar pela luz. sabem que podem andar lado a lado. de braço dado.
onde a luz e a escuridão se encontrarem, a penumbra existirá. o branco e o negro, o claro e o escuro, dançarão, numa melodia silenciosa da sedução, do bem querer, do tudo e do nada, da força e da quase quietude, da sofreguidão e do lento sentir. no andar em bicos dos pés ou nas palmas das mãos.

mesmo que a luz e a escuridão nunca se fundam, um dia, a luz será mais brilhante. a escuridão será menos escura e mais penumbra. 

Porque a escuridão ensinou a luz a brilhar. e a luz foi morar no colo da escuridão. 

E o Universo poderá começar a consertar o que antes desconsertou...


Comentários

  1. Sinto que descreveste o Eclipse da vida!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Titica,

      E o teu comentário foi uma espécie de manto estendido para este post. Poético, diria eu, sobre este teu comentário. E não podia ser mais adequado. :)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Gaja Maria,

      Talvez ande. 😊

      A tristeza tem morado cá poucas vezes...

      Eliminar

Enviar um comentário

Tens alguma coisa para dizer? Obrigada por partilhares! ;)

Mensagens populares deste blogue

nada que consiga com palavras simples

É parvo e não muda nada...

Antes que isto se fine, falarei da Vida. Bonita. De alguém bonito.